(Arte: Raphael Monteiro)

Projeto para monitorar publicações nos diários oficiais municipais sobre meio ambiente e mudança do clima, utilizando inteligência artificial, do qual a Política Por Inteiro faz parte, foi um dos selecionados do Desafio da Inovação Google News Initiative na América Latina. O Diário do Clima será uma plataforma voltada principalmente para jornalistas e comunicadores acompanharem os atos públicos relacionados políticas de mudanças do clima em todo o Brasil. Além da Política Por Inteiro, fazem parte do grupo de organizações, o projeto #Colabora, que lidera a iniciativa, ((o)) Eco, Eco Nordeste, Agência Envolverde, InfoAmazonia, ClimaInfo, Política por Inteiro e Open Knowledge Brasil.

Atualmente, a Política Por Inteiro realiza monitoramento dos atos públicos e propostas legislativas na esfera federal com quatro ferramentas, a partir de Metodologia desenvolvida nos últimos dois anos: Monitor de Atos Públicos, Base de Atos do Executivo, Base de Atos do Legislativo e Monitor da Política Ambiental (uma parceria com a Folha de S.Paulo, que cruza a edição dos atos públicos com discursos de autoridades).

“O Brasil é o país com a maior biodiversidade do planeta. E, hoje, infelizmente, é também um dos mais ameaçados pela destruição ambiental. Poucas vezes, ações de fiscalização e acompanhamento da legislação se fizeram tão necessárias. Este apoio do GNI é oportuno e será fundamental nesta jornada”, afirma Agostinho Vieira, editor do #Colabora.

Inicialmente, a plataforma vai monitorizar os atos de autorização e normativos publicados diariamente nos diários oficiais das capitais, raspando e processando os documentos, com a utilização de mecanismos de inteligência artificial para categorizar cada ato e organizá-los por entidades relevantes de modo a permitir a filtragem e priorização da informação.

Os jornalistas terão acesso a listas diárias com as ações governamentais mais relevantes para publicar histórias. O sistema entrará, desta forma, no núcleo do processo de produção de conteúdos. Com a tecnologia como aliada e como parte do fluxo de produção de conteúdos, permitindo a cobertura de temas que, caso contrário, seriam invisíveis para o público em geral.

O Diário do Clima tem como objetivo permitir a elaboração de relatórios sobre o clima e o ambiente, com acesso aos dados e análise detalhada das decisões publicadas nos diários oficiais, democratizando o acesso à informação. Uma vez mapeadas, outras áreas podem acompanhar os diários oficiais para outros tópicos de interesse, o que pode ter um impacto ainda mais amplo em todo o ecossistema de notícias.

Google seleciona 21 projetos na América Latina

O Desafio da Inovação da Google News Initiative na América Latina recebeu inscrições de mais de 300 organizações jornalísticas de toda a região. Ao todo, foram selecionados 21 projetos na América Latina: oito do Brasil, cinco da Argentina, dois do Peru, um da Bolívia, um da Colômbia, um da Costa Rica, um da Guatemala, um do México e um de El Salvador.

De acordo com o Google, com esta iniciativa, iniciada em 2019, a empresa busca dar apoio ao desenvolvimento de novos produtos de notícias e modelos de negócio, “de modo a promover um ecossistema mais sustentável, diverso e, claro, inovador ao jornalismo”. O Google informou que os projetos passaram por um processo de revisão e entrevistas, até serem escolhidos por um júri composto por Googlers e especialistas da indústria. Foram selecionados projetos com base nos seguintes critérios: impacto, inovação, viabilidade, inspiração e diversidade.

Além do Diário do Clima, foram selecionados a Agenda Transparente, plataforma de transparência voltada a auxiliar o trabalho de jornalistas por meio do monitoramento em tempo real das agendas das autoridades e agentes públicos brasileiros, a partir de informações hoje disponibilizadas de modo disperso e não padronizado na internet, iniciativa coordenada pela Associação Fiquem Sabendo; projeto liderado pela Marco Zero Conteúdo, em colaboração com outros nove sites jornalísticos do Nordeste e a Universidade Católica de Pernambuco (Unicap) para criar uma ferramenta para diagnosticar problemas de acessibilidade em sites jornalísticos e identificar conteúdos de qualidade, acessíveis e inclusivos; Amplifica, iniciativa da AzMina, para criação de ferramenta que visa facilitar a participação da comunidade com os sites de notícias, usando ferramentas de monitoramento de redes sociais; Facts-NFT, do AppCívico busca elaborar novo modelo de negócios para o jornalismo, convertendo conteúdos jornalísticos históricos em produtos digitais exclusivos; Scoop, projeto do Estado de Minas e uma plataforma voltada à identificação de pautas e tendências de assuntos por meio do monitoramento de redes sociais; Gazeta SDK, projeto da Rede Gazeta com pacote de soluções digitais para auxiliar veículos pequenos e médios em seus processos de digitalização; e Voz Delas, iniciativa proposta pela Folha de S. Paulo de ferramenta para monitorar em tempo real a representatividade de mulheres nos diversos conteúdos em produção do jornal.

0 respostas

Deixe uma resposta

Want to join the discussion?
Feel free to contribute!

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *